Armando Sobral dá início às Práticas Abertas do Projeto Retratos Contemporâneos

O artista plástico Armando Sobral abriu, na manhã desta quarta (09), a programação formativa do Projeto Retratos Contemporâneos. Intituladas “Práticas Abertas”, as ações funcionam como workshop e segundo Eder Oliveira, idealizador do Projeto, “tem a ideia de construir um ambiente de ateliê”. 

“A pintura sempre me encantou muito, mas quando se mergulha e vê a dimensão do que precisa para realizar, muita gente desiste, porque assusta”, comentou Sobral. O artista iniciou a ação falando sobre o processo histórico da pintura, suas técnicas e materiais. 

Ernesto Bonato, Fabio Baroli e Eder Oliveira, artistas do Projeto também participaram da Prática, o que a tornou mais enriquecedora para os inscritos. 

Armando comentou sobre as possibilidades de cada técnica e a liberdade de subverte-las quando o artista achar necessário para a sua poética. Luminosidade, viscosidade, pigmento, oleosidade e fixação foram alguns dos tópicos debatidos quando o assunto foi a qualidade da matéria-prima usada. “O meio está relacionado à atitude de trabalho, à necessidade de um material para chegar a um determinado resultado”, explicou. 

Uma tinta de qualidade é o que muitos acreditam ser essencial para o trabalho de um pintor, porém o desenvolvimento de uma técnica pessoal só vem a partir da experimentação e do erro. Não se deve ter medo de usar o material e depois ter de descartá-lo caso o projeto dê errado. Nessa hora uma matéria-prima de qualidade inferior ajuda no processo de aprendizagem. 

A manhã se seguiu como um momento de compartilhamento de experiências com o tom de conversa informal. Armando pintou ao vivo e incorporou esse diálogo como microuniversos nas camadas pinceladas. 

PROGRAMAÇÃO

Durante a semana Práticas Abertas serão realizadas com os artistas Fabio Baroli, Eder Oliveira e Ernesto Bonato, além de visitas à ateliers de Belém. O Projeto Retratos Contemporâneos foi proposto por Éder Oliveira e viabilizado pelo Programa Rede Nacional Funarte de Artes Visuais 2015, do Ministério da Cultura. 

 *Por Debb Cabral (ASCOM)

Using Format